Crônicas de Dr. Travassos

Beijo Não se sabe quem inventou Todo jeito de beijar Sei que vem de muito tempo Nem a história vai lembrar Todo beijo tem um nome Vejam só como se diz Tem o beijo de mamãe Que ensina ao aprendiz Tem o beijo passarinho Que do beijo faz um ninho Na hora de chamegar Nem o beijo traído Que levou Jesus a dar Na hora de se libertar Tem o beijo da amiga Sem prazer que da intriga Pra mulher endoidar Tem o beijo virginel

Ciume Para que tanto ciúme Porque a confusão Não sei porque a briga Se já te dei explicação.

Se sabes mais que tudo, Que é teu o meu coração Se não me acreditas Não sei o que fazer